domingo, 3 de maio de 2009

histórias de sebo (parte 4)

senhor só
era um homem muito sério, o só. por nunca sair de casa, já tinha esquecido como era falar com as outras pessoas, a língua e as mãos não mais obedeciam. e, quando queria sorrir, precisava pingar óleo na boca. era um homem sério, o só. e era também muito tímido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário