sexta-feira, 16 de outubro de 2009

tempo

as nuvens se fecham sobre o bloco de papel. um breve sol, quase clandestino, seca as tintas da canção. que morrem desentoadas, antes mesmo de se fazerem ouvir. vai chover, deu no rádio. vai chover feio sobre a terra esvaziada.


- agora eu sei: a saudade é o sentimento do tempo.
- é verdade. mas, sem imaginação, não existe memória. nem saudade.


*a saudade é o próprio cheio vazio*

crédito: ilustração de osi nascimento, feita para o livro 'ciranda de nós', editora grua, são paulo, novembro de 2009.

Nenhum comentário:

Postar um comentário