quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

historietas

1.
quando se sentir só, escreva, sugeriu o pai à filha. no dia seguinte, ao chegar do trabalho, encontrou as paredes da casa cobertas de lápis.

2.
pela porta entreaberta, escapou um gemido, comprido e solteiro, seguido de silêncio. depois, veio o cachorro, com o focinho vermelho de sangue.

sábado, 5 de dezembro de 2009

essencial

às vezes, desejo entregar meu corpo ao sacrifício. entrego tudo: dedos, mãos, braços, pernas, olhos, cabeça. só peço que deixem, arfando e borbulhando de sangue, essa caixa de dores que é o meu peito.