sábado, 20 de março de 2010

tirinha

(da depressão ansiosa)

quadro 1: afundada no sofá, camuflada sob um edredon, ela pede, não quero ver ninguém hoje. nem atender ao telefone! quero que me esqueçam!

quadro 2: mesma ilustração, sem balão e acrescida de uma caixinha com duas palavras, no topo, à esquerda: minutos depois...

quadro 3: mesma ilustração, volta o balão: snif... ninguém se lembra de mim!

domingo, 7 de março de 2010

asfalto ralo

de costas para o dia
nada pode iluminá-la
seu rosto coberto de algas
é apenas espera

de costas para o dia
cerca viva de silêncios
ela só quer poeira
vento tempestade

ela só quer
ela só

de costas para o dia
ela só quer se pôr